terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Como tudo começou.


Tive uma infância feliz e muito ativa, sempre amei me movimentar, adorava a aula de educação física na escola e amava dançar em frente a televisão, eu gostava de assistir e imitar a Xuxa e as paquitas, tb gostava e ainda gosto de ouvir e dançar Madona e Michael Jackson. Me interessei por lambada, fiz aulas de axé,dança do ventre,fiz natação, dei aulas de natação, entrei na faculdade de educação física e aí eu tive o meu primeiro contato com o pole dance em 1999, em uma balada em SP chamada Love Story, nessa época eu trabalhava como instrutora de musculação e coordenadora em uma academia em SP, ir para a Love Story se tornou uma diversão viciosa, eu subia nos "palquinhos" da Love Story e dançava como se não houvesse amanhã (risos), eu nem sabia oque eu estava fazendo mas eu me sentia muito à vontade ao estar alí, e obviamente dia seguinte eu acordava toda roxa. (risos).
Meus amigos e amigas sempre me incentivaram a procurar aulas daquela dança que eu fazia na Love Story, eles achavam que eu dançava bem e que poderia me aperfeiçoar, então eu pesquisei na internet e encontrei o pole dance.
O primeiro vídeo que eu vi na internet, foi de uma pole dancer Inglesa chamada Kate Coates. Fiquei alucinada pelos movimentos, não sosseguei até encontrar um espaço em minha casa para colocar uma barra de pole, então comecei a estudar os movimentos através de vídeos e fotos.
Através de um site de relacionamentos, eu tive a oportunidade de ter contato com muitas adeptas do pole dance, entre elas, Renata Wilke e a instrutora Elisângela Reis, com quem fizemos um seminário em 2008.
Agradeço todos os dias por ter encontrado pessoas boas que me incentivam e me dão forças para continuar em busca do conhecimento, busco ser melhor a cada dia para oferecer o melhor de mim para as minhas alunas. Por isso estou aqui fazendo parte dessa energia. Deixo aqui um pedacinho da minha história e muita gratidão às pessoas que fazem parte dela. Obrigada.

4 comentários:

  1. Ah, Minha queria Maruska, felissíssima estou eu, de fazer parte da sua história e o imenso prazer de tê-la como instrutora e professora também. Parabéns!!!!Você merece.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Vânia!
    vc é uma pessoa muito querida!
    é ótimo estar ao seu lado!
    bjuk

    ResponderExcluir
  3. Ma,

    Vc 'e muito maravilhosa como pessoa e profissional no que faz! Ver vc dancando fascina, 'e muita leveza, arte e sensualidade. Estou simplesmente apaixonada pela pole e como li em seu relato, acho que tb nao paro NUNCA mais, quero evoluir cada dia maissssssss. Estou com esta sede de aprender, treinar e dancar muito. A Pole parece que vai muito alem de uma danca feminina e sensual, 'e uma verdadeira arte acrobatica! Te adoro e o fofo do BOB tb rs!Beijos fofinhos da Bia.

    ResponderExcluir
  4. Oi Bia, q coisa linda q vc escreveu, adorei! vc é uma fofa e fico muito mega feliz de vc estar apaixonada pelo pole e com essa sede de aprender, vamos nos dar muito bem, vc com sede de aprender e eu com sede de ensinar! obrigada pelo carinho, bjukinhas no coração!

    ResponderExcluir